7 Dicas para desenvolver o espírito empreendedor

0

Muitos já ouviram que “o empreendedorismo é um chamado”.

De certa forma, o empreendedorismo é um chamado para a autorrealização; um chamado para servir e melhorar o bem estar da humanidade. Todo ser humano tem ou busca um chamado; um propósito específico para viver, mas é preciso foco e entendimento  para descobrir esse propósito.

Agora, qual é o segredo dos empresários mais bem-sucedidos? A resposta para essa pergunta é simples. Os empresários mais bem-sucedidos simplesmente descobriram seu propósito; encontraram seu espírito empreendedor e permaneceram fiéis ao seu chamado. Considere, por exemplo, dois grandes empreendedores no mercado nacional. Encontrar o espírito empreendedor fez de Abílio Diniz, do Grupo Pão de Açúcar, um dos empreendedores mais famosos tanto no Brasil como no mundo. O empresário sofreu diversos reveses junto à economia brasileira, em determinada época teve até mesmo de fechar lojas e demitir milhares de funcionários, porém, sua resiliência e capacidade de se adaptar o fizeram buscar soluções práticas e inovadoras para que suas empresas mantivessem o crescimento. E Alexandre Costa, fundador da Cacau Show, teve sua trajetória marcada por muito suor e insistência, acreditando sempre que com um mínimo investimento poderia espalhar seus produtos por todo o país, foi assim que conseguiu iniciar a grande marca que conhecemos hoje.

É possível perceber que um empreendedor é alguém movido por ideias, sem medo de apostar em si mesmo e constantemente ligado ao processo de iniciar um novo projeto ou empreendimento. São pessoas que confiam em seus investimentos e sonhos. Então, se o espírito empreendedor é vital para o sucesso nos negócios, como você pode despertar esse espírito? Sem perder muito do seu tempo, abaixo estão sete passos que você pode dar para despertar seu espírito empreendedor. Confira!

1. Desenvolva sua mentalidade

Entenda aqui o empreendedorismo como uma mentalidade, não como uma posição. O termo “empreendedor” não é mais reservado ao fundador de uma empresa. Hoje, o empreendedorismo tem mais relação a como alguém “que vê oportunidades e as persegue” em vez de “alguém que inicia uma empresa”. Essa mentalidade é fomentada em grandes empresas de sucesso.

Despertar seu espírito empreendedor começa com o desenvolvimento de sua mentalidade. Se você não está na mentalidade certa; se você não tiver a percepção correta, seu espírito empreendedor permanecerá inativo. O espírito empreendedor prospera em um corpo com a atitude certa e você tem que ser um pensador positivo para aproveitar o poder do espírito empreendedor.

Como o sucesso, o fracasso é algo  possível para muitas pessoas. Mas com uma atitude mental positiva, o fracasso pode ser uma experiência de aprendizado, um degrau na escada e um patamar no qual você pode se preparar para tentar novamente.

Você também deve desenvolver sua mente para ver oportunidades onde os outros vêem problemas; e acima de tudo, você deve mudar sua percepção em relação a desafios e falhas. Você deve ver os problemas como um trampolim, não como uma pedra ou tropeço.

2. Desenvolva sua autocrença

O próximo passo para despertar seu espírito empreendedor é desenvolver uma forte crença em si mesmo. Sem autoconfiança, seu espírito empreendedor nunca se manifestará. Não se limite. Muitas pessoas se limitam ao que pensam que podem fazer. Você pode ir tão longe quanto sua mente permitir. Lembre-se: “Muitas das coisas mais importantes do mundo foram conseguidas por pessoas que continuaram tentando quando parecia não haver mais nenhuma esperança de sucesso” (Dale Carnegie). A confiança no próprio sucesso é, ainda, a melhor forma de torná-lo real. Portanto, mantenha-se de cabeça erguida sempre que ouvir um “não”. Mesmo que você seja muito bom, retornos negativos virão sempre, é natural. Acredite, procure ser realista e determinado, pois somente assim você superará as adversidades!

3. Combine instinto com senso crítico apurado

Você deve se treinar para se entender. Você deve saber quando seu instinto está lhe dando um empurrãozinho para seguir em frente; você deve aprender a obedecer ao seu instinto. Cristóvão Colombo seguiu seu instinto de embarcar na viagem e descobriu a América. Mas, claro, use o instinto aliado ao senso crítico. Aliás, o senso crítico é uma qualidade que deve ser trabalhada todos os dias. Se você não está certo sobre algum ponto do projeto, analise e reflita até que ele fique perfeito. Por exemplo, não adianta tentar resolver problemas que estão além do seu controle. Tenha ambições realistas, que estejam ao seu alcance e que façam sentido para o seu projeto. Se você se preocupar com todos os problemas, pode não conseguir alcançar suas metas.

4. Tome uma atitude

Como disse Dale Carnegie: “A melhor maneira de nos prepararmos para o futuro é concentrar toda a imaginação e entusiasmo na execução perfeita do trabalho de hoje.” Todos os seus sonhos, aspirações e ambições serão em vão se você não agir. O espírito empreendedor se manifesta na fase de fazer; não na fase de planejamento ou sonhar. Por isso a grande pergunta de todos os dias é o que preciso fazer hoje para alcançar os meus objetivos? Se você quer despertar seu espírito; então inicie o processo empreendedor e construa um negócio. Os desafios de negócios envolvidos no processo empreendedor forçarão seu espírito a agir.

Afinal, poucas coisas podem oferecer mais sentido à vida profissional de uma pessoa do que construir uma empresa de sucesso do zero. Por isso, uma vez que você identifique qual é sua ambição como empreendedor e em qual mercado deseja atuar, não perca tempo e tome uma atitude! Pense em todos os objetivos e metas que você realmente deseja e trabalhe para que consiga alcançá-los.

5. Crie tempo para a reflexão diária

No final de cada dia, passe algum tempo pensando sobre o que correu bem… e o que não aconteceu. Se você não cria tempo para refletir, é difícil aprender. Criar uma rotina em torno da reflexão pode ajudá-lo a entender como suas próprias ações podem estar impedindo seu sucesso, antes que elas se tornem um grande problema.

Se você é um funcionário de uma empresa ou iniciou seu próprio empreendimento, a capacidade de mudar de uma mentalidade fixa para uma que esteja focada no crescimento é necessária para superar os pensamentos limitantes. No final do dia, cabe a você determinar do que é capaz – ninguém mais pode dizer o contrário.

6. Planeje e cumpra suas metas

Com fervor quase religioso! Porque desenvolver o espírito empreendedor tem tudo a ver com planejamento, disciplina e resiliência. Uma boa forma de alimentar seu espírito empreendedor é estabelecer metas para o seu próprio trabalho. O importante é que as metas sejam palpáveis, que possam ser mensuradas. Esses são, então, os pontos essenciais para que você possa traçar objetivos claros de curto e longo prazo. À medida que for chegando lá, pode até se autopremiar de alguma forma. Isso ajuda a se manter motivado e firme nos objetivos mais longos.

7. Contrate pessoas com espírito empreendedor

O espírito de empreendedorismo pode ser desenvolvido, mas o caminho mais direto é contratar ou trabalhar ao lado de pessoas que já o possuem. No entanto, há uma diferença entre um indivíduo que apoia os objetivos da empresa com o espírito de empreendedorismo e um empreendedor que sairá quando seu próprio empreendimento decolar.

Pessoas espirituosas e empreendedoras são pessoas que querem aprender, experimentar, aplicar, compartilhar e fazer parcerias. Elas estão interessadas em ganhar experiência em geral, em vez de ter acesso a ferramentas específicas que podem usar como degraus para a realização de seus próprios projetos de estimação.

Espírito empreendedor é uma mentalidade. É uma atitude e uma abordagem para pensar que ativamente procura mudanças, em vez de esperar para se adaptar à mudança. É uma mentalidade que abrange questões críticas, inovação, serviço e melhoria contínua.

O espírito empreendedor é uma forma de abordar situações em que você se sente fortalecido, motivado e capaz de assumir o controle. Empresas que nutrem um espírito empreendedor dentro de sua organização encorajam seus funcionários a não apenas verem problemas, soluções e oportunidades, mas também terem idéias para fazer algo a respeito deles.

Empresas empreendedoras tendem a ter uma abordagem mais inovadora para pensar sobre seus produtos ou serviços, novas direções para levar a empresa, ou novas formas de fazer tarefas antigas. O espírito empreendedor ajuda as empresas a crescer e evoluir, em vez de ficarem estagnadas e obsoletas.

Fonte: Portal Dale Carnegie.



Fonte: https://portaldalecarnegie.com/7-dicas-para-desenvolver-o-espirito-empreendedor/

Start typing and press Enter to search